• Abrir empresa nos eua
  • Como abrir uma empresa nos eua
  • Consultoria nos EUA
  • Contabilidade nos EUA
  • Simone Oliveira
  • America Expert You Tube Channel

US : +1 (305) 824-9100 | BR : + 55 (11) 3957-1612

Como abrir uma empresa nos EUA | Investir nos EUA | Imposto de Renda nos EUA
Como abrir uma empresa nos EUA | Investir nos EUA | Imposto de Renda nos EUA

Miami – O porto de investimentos Globais

Miami-porto-de-investimentos-globais

Muitos brasileiros aproveitaram a oportunidade  de investimentos “seguros” e atrativos de imóveis nos EUA com a crise imobiliária de Miami em 2008/2009. Pesquisas mostram que a média de vendas nesse período foi de aproximadamente 23 mil casas vendidas à cidadãos brasileiros.

A classe mais alta dos brasileiros também tem investido muito dinheiro no que eles acreditam que seja o lugar mais seguro para se investir. Para eles, a crise não é tão preocupante, pois como todos os grandes executivos dizem : “quem tem dinheiro, faz dinheiro”. Infelizmente é uma triste constatação para quem não está inserido nessa realidade.

A busca não vem somente dos brasileiros. Assim como eles, argentinos, colombianos, mexicanos, venezuelanos, franceses e turcos fazem o mesmo movimento, praticamente qualquer um com dinheiro para bancar uma casa, um vôo direto para Miami e uma economia instável a fugir.

Para se ter uma idéia do montante de dinheiro  investido em imóveis no sul da Flórida, a partir de 2014, cada imóvel tem valor de no mínimo US$587 mil.

Esse dinheiro ajudou a realizar a última reviravolta na constante evolução de Miami, que sempre se transforma: de um trilho do século XIX, para um centro de turistas e aposentados, para um refúgio de cubanos e, agora, a um porto para investidores globais. Nenhuma cidade americana teve mais investimento de dinheiro estrangeiro na última década e quase nenhum desenvolvedor espera que essa demanda diminua.

Entre os motivos para esse avanço expressivo da procura de imóveis no sul da Flórida estão as facilidades de financiamento e os investimentos em infraestrutura feitos nos últimos anos. As obras do trem expresso, que vai ligar Miami a Orlando, começaram em agosto do ano passado e a expectativa é que a linha fique pronta em 2017. Em pouco mais de três horas, será possível visitar os parques da Disney de forma segura e barata. Empreendimentos como o Brickell City Centre, shopping de três andares no coração da cidade, que custou US$ 1 bilhão, e o Miami Worldcenter, maior centro de convenções do sul da Flórida, atraem visitantes e, claro, investidores.

Uma das principais ressalvas aos investimentos na Flórida, o fato de que o Estado depende basicamente da renda dos aposentados e velhos mafiosos americanos, está perdendo a razão de ser. Miami se tornou um centro financeiro relevante, perdendo apenas para Nova York na preferência dos investidores. Em Downtown Miami estão localizados 60 subsidiárias de bancos internacionais, o Banco do Brasil entre eles, que possuem, juntas, US$ 26 bilhões de ativos sob gestão e administram uma carteira de crédito de US$ 54 bilhões.

As belezas da cidade e seu fácil acesso fazem o mercado imobiliário de Miami valorizar cada vez mais, mesmo em um momento em que outros investimentos estão diminuindo. “A insegurança ao redor do mundo só lembra às pessoas como é importante ter bens nos Estados Unidos”

Ao todo, 126 prédios residenciais são planejados para construção no sul da Flórida. Um sinal da escala da riqueza do exterior é que a maioria das compras está sendo financiada com dinheiro vivo. No ano passado, estrangeiros gastaram US$ 6,1 bilhões no mercado imobiliário de Miami o que equivale a 36% de todos o investimentos nessa área, segundo a Associação dos Corretores de Imóveis de Miami. Nacionalmente, os estrangeiros representam apenas 8% das vendas, por enquanto. Porém esses números tendem só a aumentar.

Fontes: Isto é, folha

Comments

Leave a comment